Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Noticias 2017 Novembro Governo realiza ações em prol da qualidade de vida dos servidores públicos
29/11/2017 - 07h45m

Governo realiza ações em prol da qualidade de vida dos servidores públicos

Com auxílio de atividades da Perícia Médica do Estado, servidores da Seplag esclareceram dúvidas sobre a doença

Governo realiza ações em prol da qualidade de vida dos servidores públicos

Servidores foram submetidos aos teste de glicemia e receberam orientações sobre como prevenir a doença (Fotos: Minne Santos)

Texto de Minne Santos

Apesar de ser conhecido pelo combate e prevenção ao câncer de próstata, o Novembro Azul também é um mês para conscientização sobre outra doença que vêm crescendo entre a população brasileira: o diabetes. E foi justamente para discutir o assunto, que os servidores da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) se reuniram nesta terça-feira (28).

Promovido pela Superintendência de Perícia Médica e Saúde Ocupacional da pasta, o encontro contou a presença da endocrinologista Clelia Rocha, que conversou com os servidores sobre a importância de se atentar para a doença e aplicou o teste para diagnosticar e dar diretrizes aos colaboradores.

“É importante que a gente esclareça dúvidas sobre a doença, porque ainda há muito estigma envolvendo o assunto. Precisamos mostrar o que temos de tecnologias novas, que vêm implementando os tratamentos, falar sobre prevenção, estilo de vida, mas, principalmente, ressaltar que, muitas vezes, quem possui diabetes não demonstra os sintomas, então é imprescindível ir ao médico com frequência”, explica a endocrinologista. 

sddf

Diabetes gestacional

Comemorado no dia 14 de novembro, este ano, o Dia Mundial do Diabetes é celebrado com o tema ‘Mulheres e Diabetes: nosso direito a um futuro saudável’. O intuito da ação é atentar para os altos índices de diagnóstico da doença nas mulheres, principalmente no período de gestação.

“A Sociedade Brasileira de Diabetes, nos últimos anos, vem observando um aumento estrondoso no tipo de diabetes gestacional. A doença, que não tem tanta visibilidade, é muito perigosa, pois influencia tanto na saúde da mulher quanto na do bebê. A criança é submetida a muita toxina quando é exposta a uma glicose alta dentro do útero. Por isso há grandes chances de ela morrer ou nascer com má formação. É muito importante a gente prevenir e bater nessa tecla para que, cada vez menos pessoas sejam afetadas”, afirma Clelia Rocha.

Para a servidora Dayanne Lessa, esse ponto da palestra foi um dos mais interessantes, uma vez que a alagoana teve suspeita de estar com a doença durante a gravidez e, na época, sentiu dificuldades de lidar com o assunto justamente pelo tema não ser tão debatido entre a sociedade.

“Eu fazia o teste glicêmico três vezes ao dia durante a gestação e havia a suspeita de a minha filha nascer com problemas de saúde, mas, no final, isso foi descartado. Eu já vinha fazendo uma dieta recomendada pelo médico e estava em constante observação. Na época, no entanto, não foi nada fácil para mim, porque eu não sabia muito sobre a doença e ficava preocupada com os riscos. Por isso, a importância de estarmos sempre falando sobre o assunto”, afirma Dayanne.

tyhyh

Ações do documento